quarta-feira, 4 de dezembro de 2013


 Meus versos


Lágrimas contidas provocam uma enchente em meu coração
Meus sentimentos se afogando em meio à devastação
Olhei-te nos olhos mal interpretando tua afirmação
Fez-se doçura, fez-se delicadeza, fez a mim toda emoção
Trouxe sorrisos, toques, cheiros, paz e inquietação
Passeou por minha face gélida, branca e macia feito algodão
Caminhou a meu lado calado até que por fim catou minha mão
Derramou a primeira lágrima ao concluir que eu só buscava a perfeição
Derramei todas as outras ao me morder em contradição
Fez-se o dilúvio quando se curvou em dúvidas e desilusão
Escapou em um flash, deixando um farol aceso para minha percepção
E um bote salva-vidas chamado “Lição”
Às favas com a perfeição!
by Daniella Dal'Comune - 2013

5 comentários:

Silenciosamente ouvindo... disse...

Às vezes é preciso mandar às
favas a perfeição. E nada de
muitas lágrimas.
Bj.
Irene Alves

Lopes Adriana disse...

Oi!!!!
Venho por este divulgar meu Blog.
Siga que eu te sigo..
http://lopesadriana.blogspot.com.br
Espero o retorno.

Unknown disse...

thx

كشف تسربات المياة
غسيل خزانات
شركة نظافة عامة

Unknown disse...

thank you

سعودي اوتو

António Je. Batalha disse...

Ao passar pela net afim de encontrar novos amigos e divulgar o meu blog, me deparei com o seu que muito admiro e lhe dou os parabéns, pois é daqueles blogs que gostaria que fizesse parte de meus amigos virtuais.
Pois se desejar visite o Peregrino E Servo. Leia alguma coisa e se gostar siga, Saiba porém que sempre vou retribuir seguindo também o seu blog.
Minhas cordiais saudações, e um obrigado.
António Batalha.
http://peregrinoeservoantoniobatalha.blogspot.pt/