quarta-feira, 4 de dezembro de 2013


 Meus versos


Lágrimas contidas provocam uma enchente em meu coração
Meus sentimentos se afogando em meio à devastação
Olhei-te nos olhos mal interpretando tua afirmação
Fez-se doçura, fez-se delicadeza, fez a mim toda emoção
Trouxe sorrisos, toques, cheiros, paz e inquietação
Passeou por minha face gélida, branca e macia feito algodão
Caminhou a meu lado calado até que por fim catou minha mão
Derramou a primeira lágrima ao concluir que eu só buscava a perfeição
Derramei todas as outras ao me morder em contradição
Fez-se o dilúvio quando se curvou em dúvidas e desilusão
Escapou em um flash, deixando um farol aceso para minha percepção
E um bote salva-vidas chamado “Lição”
Às favas com a perfeição!
by Daniella Dal'Comune - 2013

5 comentários:

Silenciosamente ouvindo... disse...

Às vezes é preciso mandar às
favas a perfeição. E nada de
muitas lágrimas.
Bj.
Irene Alves

Lopes Adriana disse...

Oi!!!!
Venho por este divulgar meu Blog.
Siga que eu te sigo..
http://lopesadriana.blogspot.com.br
Espero o retorno.

Uouo Uo disse...

thx

كشف تسربات المياة
غسيل خزانات
شركة نظافة عامة

Uouo Uo disse...

thank you

سعودي اوتو

António Jesus Batalha disse...

Ao passar pela net afim de encontrar novos amigos e divulgar o meu blog, me deparei com o seu que muito admiro e lhe dou os parabéns, pois é daqueles blogs que gostaria que fizesse parte de meus amigos virtuais.
Pois se desejar visite o Peregrino E Servo. Leia alguma coisa e se gostar siga, Saiba porém que sempre vou retribuir seguindo também o seu blog.
Minhas cordiais saudações, e um obrigado.
António Batalha.
http://peregrinoeservoantoniobatalha.blogspot.pt/