terça-feira, 6 de abril de 2010

Abril

                     Meus versos                                                

Abril se abriu
Sorriu, mentiu
Tem sol, tem chuva

Um minuto do meu existir
Para ser, ver e sentir

Cada momentinho
Na brisa do outono
Futuro deleite da memória

Este mês, tudo começa outra vez
Pois, no mês da vez é hora de me apaixonar por você de novo
E lembrar o passado em  um minuto: doido, solto...caduco

Abril chegou que nem se viu
E quando menos se espera 
Já partiu

by Daniella Dal'Comune  2000- 2010

10 comentários:

Sandra Timm™ disse...

Seu lindo poema me reportou a uma linda canção que eu ouvi quando era criança e que nunca saiu de minha cabeça, afinal, em abril eu faço aniversário:

SEGUNDA CANÇÃO DA ESTRADA

[Sá, Rodrix & Guarabira]


Quero ir pra casa não vejo minhas coisas desde o começo de abril
Um relógio velho me espera parado desde o começo de abril
Tem uma menina que eu encontrei na estrada dizendo que volta comigo
Pra descansar um pouco da vida que a gente escolheu
Thuru Hey, Areia na varanda e ponta de vidros na mão
Thuru Hey, Comida na mesa, lençol, travesseiro e colchão... e colchão
Já chegou pra mim o dia em que você levanta e acha que fez
A primeira parte de tudo o que queria, agora chegou sua vez
De plantar raízes na terra de onde veio, tirando vida nova do chão
E logo depois você volta pra estrada pra ver o que ainda não viu
Thuru Hey, Areia na varanda e ponta de vidros na mão
Thuru Hey, Comida na mesa, lençol, travesseiro e colchão

Wilian Bincoleto Wenzel disse...

Realmente...

Já estamos no 7º dia deste mês tão maravilhoso. Seria maravilhoso se durace um pouquinho mais.

O meu beijo!

Carol Lina disse...

Abril me sorriu! hehe
Gosto dos poemas sobre os meses, mas nunca consegui fazer um!
Parabéns! :-)

Juliana Mendes disse...

é abril...
iuHAIUhuA
KD VOCê?!?! NUNCA MAIS PASSOU LÁ, P CACHEAR OS CABELOS...HEHEH
SÓ FALANDO!!!
(:

LADY DARK ANGEL disse...

parabens otimo poema pra começar o abril de nossas vidas
bjos

Tati Rodrigues disse...

Ééééé... o tempo não páraaaa... haha...

e abrir o mês com um bom poema é sempre bom... amei!

bjs guria, até.

alinizinha disse...

oi dani td bem
postei uns looks que fiz naquele site que vc me mostrou, da uma visitinha la
hehe bjsss

Rafa disse...

Olá, a minha primeira vez aqui também! =]

Eu quero que passe abril, que passe maio,mas quando chegar junho eu quero que os dias sejam como se tivessem 48 horas... rsrsrsrs (Férias do trabalho).

Daniel Savio disse...

Realmente, cada dia tem história de vitória e derrotas...

fique com Deus, menina Danizinha.
Um abraço.

Michel Domenech disse...

Com base em teu poema, pode-se dizer que a vida é um eterno abril: veloz, incerta e fascinante.