quarta-feira, 24 de junho de 2009

Luz Bailarina

meus versos










Luz bailarina rodopia pelo salão

Rodopia pelo salão a luz bailarina

Ladina, ilumina a menina na multidão

Um olhar detectado no radar da azaração,

Olhar Q-Vai-Q-Cai-Q-Vem: olhar vai-e-vem

E lá vem ele em sua direção

Se inclina, sussurra “Oi. Tudo bem?”

Uma canção começa assim que outra termina

Ela brinca com o cabelo, ele com o gelo e

Encostam-se à parede ao lado da cortina

De repente se silenciam

A noite em beijo- amora culmina

São as línguas que agora rodopiam


by Daniella Dal'Comune-2009

11 comentários:

Renato Alt disse...

As palavras dançam junto com a música... que bela composição.
O final, claro, não poderia ser outro, para fechar como se deve...
Parabéns...
Beijos...

DANIZINHA disse...

Gostei: as palavras dançam! Que delícia ouvir isso.
obrigada renato

Carol disse...

Dançam as palavras,
Dançam as meninas,
Na luz bailarina,
Inclusive a Carolina!

Já disse que adoro seu blog!
bjs

LADY DARK ANGEL disse...

Q BONITINHO
ADOREI SEU COMENTARIO

Pierry disse...

É interessante,embora simplória e um pouco juvenil,a maneira pela qual construíste teu poema, minha flor...EU acredito que a poesia, como arte em si mesma, seja um eterno "entender-se" e entender o mundo através de tudo quanto pensamos, sentimos e apreendemos da realidade visível e material e da irrealidade, que é abstrata como amor: esse menino que vaguei no coração de quem ama,cultivando dores ou aumentando seus amores.Eis então que chego a conclusão de que a poesia nunca é "feia" ou "bela", porque esses conceitos são subjetivos e variam de acordo com os diversos juízos.

"Poesia é sensação, percepção, magia
Poesia é pulsação, renovação, maestria" (D.H)

DANIZINHA disse...

De fato, o poema é simples. Mas não diria que seja juvenil no sentido negativo mas, sim, no sentido de jovial.Um poema descrevendo uma situação corriqueira, numa balada. é leve e despretensioso.
A simplicidade é, pra mim, um estilo em si só.
"Adoro as coisas simples.
Elas são o último refúgio
de um espírito complexo."
Oscar Wilde

Francisco disse...

...e tudo com o testemunho da Luz Bailarina...
Bom demais, menina!
Fiquei feliz com a sua visita, e vim retribuir. E como valeu a pena. Seu blog é ótimo, e principalmente inteligente.
Beijão!

layla lauar disse...

que poema belo, lírico, dançante...adorei...saio daqui com a alma encantada!

obrigada pela visita e pelas palavras gentis que deixou por lá.

beijos

Stella disse...

Obrigada pela visita! :)
Adorei a 'dança'! Maneira muito bonita e diferente de ver as coisas...

Beijos, moça!

angelo alfonsin disse...

Volte sempre, a casa é sua, entre sem bater.

J.R disse...

Q gostoso!!! Imaginei o chico e seu violão...um samba-canção.